Startups e blogs: Primeiros passos práticos

Startups e blogs: Primeiros passos práticos

Quais os benefícios que um blog corporativo pode oferecer a uma Startup? Provavelmente, se nós possuímos uma empresa dedicada à fabricação/distribuiçã

Marketing de Conteúdo: Um guia para planejamento estratégico
[Como] seduzir seus clientes com técnicas de neuromarketing
[Como] remover Fãs falsos do Facebook

Quais os benefícios que um blog corporativo pode oferecer a uma Startup? Provavelmente, se nós possuímos uma empresa dedicada à fabricação/distribuição de produtos, é provável que a ideia de criar um blog corporativo nunca tenha passado pela cabeça dos responsáveis.

Especialmente porque, em princípio, a menos que sejamos blogueiros profissionais, as chances de ganhar dinheiro com o nosso blog são desprezíveis. Então… Por que as Pequenas empresas optam cada vez mais por investir neste canal de comunicação?

Não se engane. Se você é daqueles que acreditam que a criação e manutenção de um blog vai proporcionar um benefício econômico imediato para o nosso negócio, está muito equivocado. Se pensarmos que podemos usar nosso blog como uma vitrine para os nossos produtos e serviços, não estamos seguindo o propósito. Então… Por que deveríamos ter um?

corporateblogs

Primeiro temos que esclarecer dois conceitos. O primeiro é que nós estamos fazendo a pergunta errada. A questão não é fazer mais dinheiro através do nosso blog, mas fazer mais (dinheiro, reputação, imagem) por causa disso. Ou seja, temos que entender o blog corporativo como uma possível fonte indireta de renda, o que em muitos casos pode ser economicamente rentável, mas funciona muito bem como uma ferramenta de marketing, se formos pacientes.

Segundo, o próprio blog é uma ferramenta útil, mas não tem lugar em alguns setores da economia. Funciona muito bem no setor de serviços (especialmente aqueles relacionados à TIC) e, ultimamente, está começando a ser bem sucedido na indústria, mas podemos esquecê-lo se nossa empresa pertence ao setor primário.

Agora, se nós decidimos dar o passo para criar, gerir e manter o nosso blog corporativo, temos de levar em conta os seguintes aspectos:

Definindo os objetivos

Se possuímos uma agência de viagens, devemos perguntar quais são objetivos e como nosso blog, vai nos ajudar a alcançá-los. Não queremos ser uma marca reconhecida pelos nossos clientes? Queremos nos posicionar melhor nos mecanismos de busca? A nossa meta é vender mais e melhor?

A importância do SEO

Pensar em SEO é a considerar as palavras que os nossos clientes e potenciais clientes podem digitar no Google para nos encontrar. Se a nossa esfera de influência, por exemplo, é reduzida a um estado ou cidade, é uma boa ideia utilizar páginas locais e focar em posicionamento pra quando um usuário da nossa região fizer uma busca.

Ferramentas gratuitas

Muitas pequenas empresas não tem um blog porque seus operadores estão convencidos de que o investimento econômico é considerável. No entanto, eles ignoram a hipótese de instalar e gerenciar o WordPress , a plataforma líder em blogs, é livre, e a instalação é muito simples de executar. Mesmo dentro do site WordPress.com, podemos encontrar centenas de templates gratuitos, se você não quer pagar por eles.

Educar nossos clientes, não é enviar spam

Um dos maiores defeitos e as causas principais por que os blogs corporativos fracassam, é que muitos enchem o blog de artigos no qual fazem milhões de elogio e virtudes de seus produtos e serviços e sua qualidade de preços, acessível, etc. A maioria dos visitantes do blog irá abandona-lo em menos de dez segundos. Se você não quer spam em seu e-mail, por que iria querer isso em um blog?

Há uma grande diferença em dizer no blog quem somos, o que fazemos, o que queremos ou o que iremos oferecer no futuro, do que apenas escrever uma lista de nossos produtos e ofertas. Um blog é um instrumento de comunicação, interação com nossos clientes.

Paciência (apenas seis meses) 

Como mencionado anteriormente, um blog não faz sucesso da noite pro dia. A maioria dos especialistas estimam que os blogs corporativos precisa de uma vida de entre 3 e 6 meses de atualizações constantes para começar a dar seus primeiros resultados positivos. Como tudo mais, os princípios são difíceis. Se depois de seis meses, não aparecem resultados concretos, há duas coisas: ou rever a nossa estratégia ou fechar o blog.

Simplicidade

Sejamos realistas. Nenhum blog corporativo vai ganhar um Prêmio Pulitzer, e nem vai ganhar um concurso de popularidade. Com isto queremos dizer que não se deve quebrar a cabeça na hora de buscar as “melhores ideias” sobre o que escrever, o melhor que você pode fazer é ter um estilo literário.

Se os visitantes vêm…

Uma das principais queixas feitas blogs corporativos gestores é: Por que eu recebo tão poucas visitas? Como é que ninguém me visita? Se este é o nosso caso, a questão é onde estão os nossos clientes? Para isso, uma simples busca no Google pode ajudar a determinar quais sites que visitam. Fóruns? Redes Sociais? Nesses locais é onde nós temos que fazer a promoção.

Animo

É o melhor conselho. Às vezes você pode vir a pensar se tudo isto faz sentido? Os primeiros resultados levam tempo para aparecer, você terá que esperar, mas vale a pena o esforço.

O salto para outras mídias sociais

Uma vez que nos movamos com certa facilidade com o nosso blog, podemos começar a pensar em dar o salto para outros serviços sociais. Que tal criar um perfil no Facebook ou Twitter? 

Quanto mais dedicação de empenho com o blog corporativo, mais oportunidades de negócios vão se apresentar diante dos nossos “narizes”. Um blog não é apenas uma ferramenta de comunicação, mas também uma plataforma para destacar nosso trabalho como relações públicas.

COMMENTS

WORDPRESS: 1
  • comment-avatar

    Startups e blogs: Primeiros passos práticos – #marketingdigital http://t.co/RZBdTU6GgM

  • DISQUS: