Relatórios para Mídias Sociais: a linguagem aplicada importa

Relatórios para Mídias Sociais: a linguagem aplicada importa

E lá vamos nós para o terceiro vídeo da série dedicado a falar sobre relatórios para mídias sociais. Caso ainda não tenha visto os vídeos anterio

As intenções sociais de um criativo para 2015
O fim do Profissional de Mídias Sociais: O Postador
A realidade nua, crua e virtual!


E lá vamos nós para o terceiro vídeo da série dedicado a falar sobre relatórios para mídias sociais.

Caso ainda não tenha visto os vídeos anteriores, no primeiro vídeo eu abordei um dos erros que julgo mais graves quando o assunto é relatórios para mídias sociais: esquecer ou ocultar os dados negativos que a sua atuação te entregar. Acontece, acredite.

No segundo vídeo da série, o tema foi: tipos de relatórios. Usar ou não usar? Quando usar e por que usar.

E, hoje, no JobCast número 34, vamos falar sobre algo que pouquíssima gente se preocupa: o uso linguagem ideal para os seus relatórios de mídias sociais. Importante: entenda linguagem como forma de transmitir uma mensagem, seja através de símbolos, gráficos ou textos.

Relatório para Mídias Sociais: o erro comum

Assim como o “palestrante”, citado no JobCast: “Como vender o serviço Marketing Digital”, alguns profissionais tendem a errar, ao reportar os resultados para o cliente, usando e abusando de gráficos complexos e termos técnicos demais.

Para simplificar a minha linha de raciocínio, vou exemplificar utilizando dois casos distintos em que você precisa se preocupar com a linguagem. No entanto, em ambos os casos que exemplificarei, uma característica será comum: a objetividade na entrega.

Relatórios para Mídias Sociais para pequenos projetos

Entenda “pequenos projetos” como aquele pequeno empresário que está atuando no digitando e, além de não dispor de um investimento alto, ele também será o responsável por avaliar o investimento que está sendo feito com Mídias Sociais. O Famoso “cara que faz o Facebook”.

O gestor do pequeno negócio, normalmente, não vai ter tem e nem conhecimento suficiente para entender gráficos complicados e os termos técnicos que o mercado nos disponibiliza.

Por isso, jovem padawan, a dica aqui é simples: seja claro e objetivo sobre o retorno que você está reportando no final do mês para esse empresário.

Sem meias palavras, evite gourmetizar demais a sua apresentação e adote uma linguagem que seja entendida por quem vai receber e avaliar o seu trabalho.

Caso você veja a necessidade de reportar dados mais técnicos ou muito específicos, ou caso você veja a importância de usar muitos gráficos, a dica é apresentá-lo pessoalmente. No entanto, leve em consideração que a sua hora da reunião também deve ser considerada hora trabalho.

Relatórios para Mídias Sociais para equipes especializadas

O segundo caso é quando você vai reportar o seu relatório para uma equipe de Marketing.

Normalmente em empresas maiores você vai lidar diretamente com a pessoa responsável pelas decisões de Marketing da Empresa.

Aqui vale abrir aspas;. nem sempre essa pessoa será especialista ou terá um conhecimento avançado em Mídias Sociais. No entanto, como todo bom profissional de Marketing, essa pessoa terá – ou deveria ter – a capacidade de interpretar o seu relatório, mesmo que um pouco mais complexo, para conversar com você sobre o retorno daquele investimento e juntos tomarem novas decisões.

O ponto comum entre os dois casos

O resumo da obra é simples: entenda quem será o responsável por interpretar o seu relatório e use uma linguagem de fácil entendimento, focando no objetivo de maneira que você não tente impressionar pelo que você sabe, mas sim pelo resultado que foi reportado.
Seja claro e não perca o foco: o cliente. Se precisar avançar e gerar um conteúdo mais complexo, reporte presencialmente. Um relatório mal compreendido é pior que uma atuação sem resultados positivos.

Eu vou ficando por aqui, muito obrigado pela sua atenção e até o próximo JobCast.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: