Os Desafios da Produção de Conteúdo em Vídeo – Ep.04: rotina
Os Desafios da Produção de Conteúdo em Vídeo – Ep.04: rotina

Os Desafios da Produção de Conteúdo em Vídeo – Ep.04: rotina

Dando sequência na série de vídeos que estou fazendo para falar um pouco sobre os principais desafios de se produzir conteúdo em vídeo, no episódio de...

Os desafios da produção de conteúdo em vídeo – Ep.10: CCC | JobCast 79
Os desafios da produção de conteúdo em vídeo – Ep.07: RETENÇÃO | JobCast 76
Marketing de Conteúdo: aqui estão as tendências para 2017

Dando sequência na série de vídeos que estou fazendo para falar um pouco sobre os principais desafios de se produzir conteúdo em vídeo, no episódio de hoje, vou começar responder algumas dúvidas que me mandaram.

A primeira sugestão, e dúvida, foi do meu amigo Ricardo Celso, e ele me perguntou como eu me organizo para gravar os vídeos. De onde eu tiro os temas e como eu organizo as pautas.

No início foi bem complicado. Exigiu muita disciplina para fazer com que todos os processos que envolvem a produção de conteúdo em vídeo fossem planejados e “inseridos” em algum momento do meu dia a dia.

Em primeiro lugar, você precisa ter em mente que, dependendo do tipo de vídeo que você pretendo produzir, vai te tomar um bom tempo.

Os meus vídeos, por exemplo, que são vídeos simples e quase sem edição, normalmente me tomam a metade do meu final de semana, período que eu defini como dias de produção por não ter iluminação suficiente para gravar a noite.

Já gravei alguns a noite e com a pouca luz que eu disponho, mas o resultado nunca me agradou. Por isso gravo aos finais de semana; aproveito a luz do dia.

Assista o vídeo com algumas dicas e, se animar, tem um textão complementar sobre alguns outros processos que eu não citei no vídeo, e que poucas pessoas consideram dentro de um escopo de produção de vídeo.



Processos básicos da produção de vídeos para internet


Organize as ideias

Tempo de estudo sobre o assunto. Mesmo que você faça com eu, no improviso, eu recomendo que você tenha um tempo para organizar mentalmente a mensagem antes gravar. Rola improviso e gravar no calor no momento, claro!

Converse sozinho

No vídeo, eu falo um pouco sobre isso. No entanto, quando você se prepara e “ensaia” e organiza a sua narrativa, diálogo e palavras antes de gravar, você se desenvolve melhor (minha opinião) pois já “eliminou” e já “selecionou” as palavras que seriam legais de se usar.

Como eu moro sozinho, eu falo esse exercício praticamente a todo momento. Sempre que me vem um tema na cabeça eu anoto para não perder e começo a conversar sozinho como se tivesse gravado. Tenho certeza que meus vizinhos pensam que, ou eu sou maluco, ou eu não moro sozinho.

Faz parte.

A gravação

 

Para o tipo de vídeo que eu gravo, a gravação é o que menos me toma tempo; é apertar o REC e conversar com a minha audiência de maneira mais natural possível. A única questão que é válida observar é o tempo dos seus vídeos. Mas isso é assunto para um próximo episódio.

Gravei. Pronto. Agora é só editar e fazer o uploading.
Mais ou menos.

A edição

Felizmente, a minha edição é muito simples. Principalmente depois que eu abandonei a tal da vinheta. No meu caso, que falo tudo sozinho, tive que aprender a usar o mínimo de uma ferramenta de edição para não depender de ninguém e fazer com que o projeto saísse do papel.

Se você tem ideia de estruturar edições mais detalhadas, como as dos vídeos do meu amigo Thiago, da S+ Digital, definitivamente é uma boa considerar um parceiro no projeto, ou isso te tomará muito mais tempo que você imagina.

Mas, sigamos com o modelo simples. Até porque a ideia da série de vídeos é criar um conteúdo que transmita a minha experiência com esses pouco mais de 70 vídeos. Não pretendo focar em partes técnicas demais.

Produção de Artes e Uploadings

Isso toma tempo. Depois que você termina tudo, grava, edita, redige um texto e revisa, é hora de considerar o tempo que você vai levar para upar o vídeo na plataforma que você usa.

Essa semana, por exemplo, como estou fazendo vídeo todos os dias praticamente, posso dizer que só de criação de artes para a divulgação e uploadings foram-se umas boas 4 horas.


Vou ficando por aqui e até o próximo JobCast, Episódio 05.
Obrigado pela sua atenção e até o próximo.

COMENTÁRIOS