Os desafios da produção de conteúdo em vídeo – Ep.08: criando padrões | JobCast 77

Os desafios da produção de conteúdo em vídeo – Ep.08: criando padrões | JobCast 77

No episódio anterior, sugerido pelo Cristiano, abordei um pouco do mito que muitas pessoas costumam acreditar, quando o assunto é retenção de vídeos m

Storytelling: habilidades fundamentais da nova comunicação
Os 7 mandamentos do marketing de conteúdo para as empresas B2B (ou não)
Dicas para elaborar um plano de Social Media Optimization (SMO)

No episódio anterior, sugerido pelo Cristiano, abordei um pouco do mito que muitas pessoas costumam acreditar, quando o assunto é retenção de vídeos mais longos.

No episódio de hoje, com a sugestão do meu amigo Thiago Luz, vou abordar algo que eu acho de suma importância quando o assunto é mensurar a retenção dos seus vídeos: a criação de padrões.

O Thiago me perguntou: “como mensurar a dinâmica do conteúdo através da análise de dados de retenção?”. Assista o vídeo.

Crie padrões consistentes

A maneira mais eficaz, e correta, na minha opinião, é estabelecer definir uma periodicidade consistente e com isso, identificar os padrões para analisar, em primeiro lugar qual será o melhor dia e a melhor hora de se publicar o conteúdo.

Não vamos entrar em estratégia de engajamento e nem de aquisição para que o conteúdo não perca o foco, mas criar esses padrões é importante, pois sem uma audiência “considerável”, fica difícil colher dados, ou pelo menos dados suficientes para que consigamos chegar em uma média da retenção.

Crie padrões a longo prazo  

Partindo do pressuposto que você já tem um padrão definido, e publica seus vídeos todas as segundas, às 15h da tarde, o segundo passo é estabelecer um início, um meio e um fim para uma análise mais detalhada.

No meu caso, por exemplo, como publico um vídeo por semana, gosto de trabalhar com análises trimestrais.

Até porque, como disse no episódio sobre organização, toda a minha linha editorial é planejada com 3 meses de antecedência. Assim fica mais fácil, visto que eu já planejei a frequência e os padrões que seguirei, para analisar visualmente e com calma.

É importante você ter que nada no digital tem uma receita infalível e, mesmo que hoje você tenha uma retenção boa, é muito importante sempre ficar de olho e pensar em testar novos padrões.

Quebre ou teste novos padrões

Vamos supor que você tem uma ótima retenção nos seis vídeos, o que você faria:

a) Manteria como está e ficaria confortável com a sua rotina
b) Iniciaria novos padrões de teste
c) Adicionaria novos padrões

Bom, se a sua estratégia está funcionando bem, não tem porque quebrar os padrões atuais, certo? Então eu optaria pela opção c) e adicionaria novos padrões, testando novas linhas argumentativas, novos formatos e por aí vai.

Só não recomendaria escolher a letra a), visto que estamos trabalhando em um ambiente insanamente mutável. Se você ficar confortável demais, o próprio meio onde você publica os seus vídeos pode te obrigar a mudar a sua linha de produção.

E por fazer isso da noite pro dia com alguma nova atualização. Então, teste, sempre, novos padrões. Dá mais trabalho, sim. Produzir conteúdo dá trabalho.

Agora, vamos supor que você não esteja satisfeito com a sua retenção média, o que você faria:

a) Manteria como está e ficaria confortável com a sua rotina
b) Iniciaria novos padrões de teste
c) Adicionaria novos padrões

Iniciaria novos padrões de testes. Caso a retenção não esteja tão ruim, você também pode optar pela letra c), mas supondo que a sua retenção está muito ruim, o ideal é quebrar o padrão planejado e iniciar uma nova ”bateria” de testes.

É importante ressaltar que eu disse que o ideal é trabalhar com padrões de análises trimestrais, mas isso não é uma regra. Se você for uma pessoa que produz todos os dias ou até mesmo um vídeo por dia, um período mais curto pode ser mais ágil.

Novamente: não existe regra. O que existe, como dito inúmeras vezes por aqui, é: estudo, testes e mais testes.

Eu vou ficando por aqui, muito obrigado pela sua atenção e até o próximo conteúdo.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: