O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia

O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia

A necessidade de separar ou agrupar as coisas existentes é bem marcante, e isto não é uma prática realizada apenas nos dias atuais, pelo contrário, há

Dica de leitura: FOCO – Daniel Goleman – JobCast 12
[Como] aumentar a visibilidade com Twitter Cards
6 dicas para criar e distribuir conteúdo online

A necessidade de separar ou agrupar as coisas existentes é bem marcante, e isto não é uma prática realizada apenas nos dias atuais, pelo contrário, há muito tempo o homem separa e classifica tudo que existe. Mesmo que isto ocorra de maneira inconsciente, todos os dias nos deparamos classificando os nossos objetos pessoais, sejam roupas, sapatos, cd’s, dvd’s, fotos, cartas, livros, alimentos, contas ou quaisquer outras coisas, estamos constantemente separando e classificando.

A Taxonomia, ou a agora cunhada de Folksonomia integra as chamadas tags com as quais o utilizador organiza o próprio conteúdo. Ao invés de serem criados arquivos com categorias predefinidas para o utilizador escolher onde colocar a informação, cada qual pode definir uma palavra-chave (etiqueta) para um determinado conteúdo, assim, quantos mais utilizadores marcarem esse conteúdo, etiquetando-o, melhor organizado ele será.

Explica também Spyer (2007: 66) que “a queda na eficiência dos motores de pesquisa vem dando margem ao crescimento de uma solução colaborativa para se encontrar conteúdo na rede, a “folksonomia” – neologismo formado por folk (gente, povo) e taxonomia (ciência ou técnica de classificação)”.

Funciona a partir de ferramentas que dão às comunidades o poder de indexar o conteúdo que consideram relevante na Web. Ao invés de usar mecanismos de busca que se baseiam em critérios ocultos – e ás vezes questionáveis – para relacionar os seus resultados, permite que a movimentação dos indivíduos pela rede se reverta em favor da comunidade.

folksonomia

Logo, o bookmarking social (tags) é superior à pesquisa da Web (mecanismos de busca), tornando mais fácil descobrir os conteúdos que se procuram ao transmitir o que foi descoberto através das etiquetas criadas por outros utilizados. Estas etiquetas, aplicadas aos blogs e sites, são normalmente conhecidas como tags, e com o passar do tempo acaba por se criar o que se pode chamar de taxonomia, onde tags persistentes apoiam a anexação de conteúdo para que seja pesquisado por informação catalogada.

Embora uma taxonomia seja o produto de especialistas que classificam dados na sua área de experiência, o bookmarking social produz algo muito semelhante, mas mais abrangente, que é chamado de “folksonomia”. Assim, uma taxonomia faz afirmações à objetividade – é o trabalho de um especialista que cataloga cientificamente o mundo à sua volta. As taxonomias nasceram a partir da tradição da história natural nas ciências, sendo impostas por forças superiores como um meio de categorização rígido.

Por outro lado, uma folksonomia pode definir-se como o poder que advém das etiquetas (tags) originadas pelos utilizadores, sociais e subjetivos e alimentada pelas pessoas inseridas no ato deste processo de etiquetagem, permite a criação de variadas associações, numa categorização em colaboração, usando palavras-chave livremente escolhidas ao invés de caírem numa categoria rígida.

De forma simples e quase natural de online collaboration, as folksonomias oferecem informação – pessoas reais partilham os seus interesses e experiência reais, difundindo-os pela rede. 

E ainda que as taxonomias tenham por vezes que ser submetidas a protocolos rigorosos e demorados antes de poderem ser oficialmente utilizadas, as folksonomias são fabricadas em tempo real, permitindo uma adaptação ágil à cultura Web. O bookmarking social (etiquetas, tags) produz fontes  de informação atualizadas ao minuto, repletas de investimento e valor pessoais.

Com o crescimento cada vez mais acelerado de novas páginas na internet, a folksonomia, ou o uso de tags, traz uma grande contribuição para a categorização tanto de conteúdos disponíveis na internet como dos próprios Websites, consolidando, assim, seu papel como facilitadora da interação entre usuários de todo o mundo, proporcionando uma maior colaboração para a difusão de informação.

COMMENTS

WORDPRESS: 10
  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/KaRbg4JOeJ

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/lpIN4Yg8jr

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/Ah6OLIpVpK

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia – A necessidade de separar ou agrupar as coisas existente… http://t.co/QoBXKD7irL

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia – A necessidade de separar ou agrupar as coisas existente… http://t.co/qdv6w1DRPo

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/hh5shdYISw #marketingdigital #midiasocial

  • comment-avatar

    RT @brunounix: O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/hh5shdYISw #marketingdigital #midiasocial

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/3V2cRRYdCr

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia – #marketingdigital http://t.co/DrVDYokIY5

  • comment-avatar

    O poder da Taxonomia, agora chamada de Folksonomia http://t.co/udLMbY9ptJ
    #marketingdigital #midiasocial

  • DISQUS: