Planejamento Digital: usem as ferramentas, mas planeje para o mundo real

Planejamento Digital: usem as ferramentas, mas planeje para o mundo real

O Planejamento sempre me fascinou por um motivo: ele lida com observar as pessoas. Observar e estudar o comportamento das pessoas para construirmos

Marketing 4.0 | Pontos de Conexão e Jornada do Consumo
Você conhece seu melhor cliente?
AIDA: a desconstrução e adaptação moldada pela evolução do ambiente


O Planejamento sempre me fascinou por um motivo: ele lida com observar as pessoas. Observar e estudar o comportamento das pessoas para construirmos estratégias de comunicação mais eficazes.

Estratégias que resolvam o problema não só do cliente, mas do próprio consumidor.

Estudar os hábitos de consumo para podermos entender melhor qual o momento ideal para que determinada mensagem chegue até a pessoa.

Planejamento não tem a ver com marcar números em uma planilha de Excel. Profissional de Planejamento não pode ser refém de ferramenta. Não basta bombardear a mídia com a sua marca, promoção produto ou serviço. Sem um “mapa mental” da sua persona, a comunicação pode surgir o efeito contrário.

planejamento-pessoas

Todos nós somos representantes legais de alguma marca. Alguns menos, outros bem mais. E se você negar isso, vai estar mentindo pra si mesmo. Até mesmo os punks, skinheads e os pseudo-anti-capitalistas estão ligados a alguma marca que os represente. Uma marca que identifica. Um status.

É exatamente isso que o planejador, entre as várias outras pesquisas que precisa fazer dentro de uma estratégia de comunicação, precisa ficar atento: em como a o consumidor quer ser visto perante a sociedade.

Para finalizar, depois que você assistir o vídeo, gostaria de deixar um exercício para você realizar com você mesmo. Amanhã, ao iniciar o seu dia, tente anotar em um papel todas as marcas que fazem parte da sua vida.

Ex.: se assim como eu, você usa o celular para despertar, já temos aí uma marca presente todos os dias, na primeira hora do seu dia, te lembrando que você ter um motivo para consumi-lá. E garanto que não foi pelo despertador.

Depois de anotar, no final do seu dia, lista as que você mais gosta e questione-se: por que eu comprei essa marca? Eu garanto que alguma das marcas você consome pelo simples fato de ela te proporcionar algum status.

Eu vou ficando por aqui.
Obrigado pela sua atenção e até o próximo Conteúdo.

 

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: 0