Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca

Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca

Cada um de nós é um branding pessoal, é o processo pelo qual nos colocamos no mercado para os outros. Podemos, portanto, tirar proveito das mesmas est

3 dicas que vão ajudar a sua startup nas mídias sociais
Relatórios para Mídias Sociais: a linguagem aplicada importa
[Como] fazer as pessoas lerem o que você publica?

Cada um de nós é um branding pessoal, é o processo pelo qual nos colocamos no mercado para os outros. Podemos, portanto, tirar proveito das mesmas estratégias que são usadas por celebridades ou marcas e construir brand equity como eles.

A maior vantagem agora é com o surgimento de tecnologias sociais que fizeram uma marca não apenas mais pessoal, mas dentro do alcance. A diferença é a exposição verdadeira: não há mais esconderijo – as opiniões dos outros são visíveis para todos, a transparência e autenticidade são os meios para sobreviver e prosperar neste novo mundo digital.

A mídia social nivelou o campo de jogo e nos permite alcançar resultados incríveis, explorando o potencial.

Sugiro o processo para trabalhar em seu próprio personal branding, desenvolvido por Dan Schawbel (autor de Me 2.0: construir uma marca poderosa para alcançar o sucesso na carreira), no qual terminei de ler na sexta-feira 130/6 e a partir deste livro consegui reunir as ideias necessárias para ajudá-lo na obtenção de seu sucesso pessoal!

1 – Descubra a marca

O maior erro que você pode fazer é criar a sua marca apenas por fazê-la, e perder tempo tentando descobrir como agir no seu melhor interesse. A chave para o sucesso não é uma revelação inédita, é seguir a sua paixão.

Trata-se de entender o que você quer fazer para o resto de sua vida, definir metas, uma missão: descobrir e declarar a sua própria marca equivale à criação de um plano de desenvolvimento.

Para saber se você descobriu a sua marca, você precisa fazer esta equação: 
Sua auto-impressão = como as pessoas percebem.

Além disso, é preferível escolher uma área onde você possa ser o melhor no nível do domínio: onde há muitos concorrentes e, mais literalmente, onde você pode ganhar um domínio online justo.

Agora é hora de criar sua marca.

2 – Criação da marca

cartaovisita

Agora que você sabe o que você quer fazer e como criar um nicho, pelo menos em sua mente, é hora de fazê-lo em papel e online. O Personal Branding Toolkit é um conjunto de materiais a serem utilizados para realçar e compartilhar sua marca, permitindo que as pessoas a entenda. Os principais materiais devem ser realizados:

1 – Cartão de visita: Todos devem ter o seu próprio cartão, ele deve conter a imagem da marca pessoal, informações de contato e logotipo da empresa (na web businesscard2.com e mydropcard.com são um importante apoio para criar facilmente seu cartão de visita).

2 – Currículo, carta de apresentação e referências: documentos são necessários para olhar para o trabalho ou para oferecer a sua performance. Certifique-se de fornecer todas as informações necessárias junto da pessoa a quem você fala. Leve o seu mais recente currículo online e adicione todo o laço social, você irá promover a marca no mundo e vai ser compartilhado.

3 – Portfolio: um portfólio em CD, web ou impresso é uma ótima maneira de mostrar o trabalho feito, figdig.com e carbonmade.com redes sociais são atraentes para as pessoas que querem mostrar as suas capacidades criativas para o mundo.

4 – Blogs / site: o que você precisa para obter um site que se alinha com o seu nome – “seunome.com”. Seria melhor criar um blog que tem uma estrutura mais forte que o site estático, porque quanto mais ligados pelos motores de busca mais visível você estará.

5 – Perfil no LinkedIn: perfil do LinkedIn é uma combinação de currículo profissional, carta de apresentação, portfolio, referências e um banco de dados de movimento e de vida na rede.

6 –  Perfil no Facebook: mais de 61,2 milhões de pessoas no Brasil têm um perfil no Facebook, mas quase nenhum deles anunciou-se corretamente neste meio. Certifique-se de incluir uma imagem no perfil, sem gestos obscenos ou garrafas de vodka. Além disso, por favor preencha a sua experiência de trabalho e perfil pessoal, criar a sua imagem e mantê-las verdadeiras, sem interferência externa.

7 – Perfil no Twitter: seu perfil do Twitter deve ter um avatar comum a sua imagem usada no Facebook e perfil no LinkedIn. Você deve usar um fundo separado, preencha seu perfil e inclua links para outros perfis sociais (Facebook, LinkedIn, Tumblr, blogs …).

8 –  Currículo em vídeo é um vídeo pessoal útil para falar sobre si mesmo – ou de sua marca – em um curto espaço de tempo (cerca de 1 minuto). Depois de ter criado e carregado em plataformas como o YouTube ou Vimeo você pode facilmente entrar em um índice de visualização rápida e imediata.

9 – E-mail: Este endereço de e-mail é uma parte importante do seu kit de ferramentas. A maioria das pessoas usam e-mail em todas as redes, e quando você se conectar com alguém em uma rede social, o usuário é informado via e-mail. O e-mail é uma grande oportunidade para a sua marca, você deve usar “nome.sobrenome @ gmail.com”. Gmail como resultado da aceitação do Google e GTalk, permite estreitar as relações com os outros.

E agora?

Depois de passar o tempo necessário nestas peças-chave do seu kit de ferramentas para a marca pessoal, é hora de mostrar ao mundo! Não se deixe enganar pelo mito de que uma vez feito você será achado, você precisa se comunicar com os outros sobre tudo o que você criou. Devemos, portanto, promover e comercializar-se para manter toda esta realidade social interativa. Você deve monitorar e atualizar o seu perfil no caminho do crescimento.

3 –  Comunicação da marca

evento

Este é o processo mais interessante e desafiador. Depois de ter descoberto o que você quer fazer e criar conteúdo em torno disso, você tem de retirar as habilidades de PR e começar a promover materiais; antes de ficar louco com a auto-promoção, por favor, note que as pessoas mais bem sucedidas são aquelas que promovem o trabalho dos outros. Aqui estão algumas táticas comprovadas para se tornar um bom PR:

Evangelizar: o que as outras pessoas dizem sobre sua marca (especialmente se as pessoas são respeitadas e bem conhecidas) é mais eficaz. Isto significa que você deve encontrar pessoas que vão ajudar a promover você, uma base de fãs para a sua marca pode ajudá-lo a obter um buzz com o menor custo possível, mas isso leva tempo. Há pessoas lá fora que já estão interessadas no que você tem a dizer, mas a meta é chegar a quem não conheço.

Mídia pitch: você pode configurar o alertas do Google, digitando palavras-chave e receber um e-mail cada vez que estas chaves aparecem na web. Sugerimos que você visite Alltop.com para procurar os melhores blogs e sites, o mais importante em sua indústria, e não se esqueça do NYTimes.com em suas diversas seções.

SEO: Esta gestão é extremamente importante, que exige tempo, paciência e determinação. Também ajuda a ter adeptos que cria espontaneamente uma rede em torno de seu blog. Os usuários e os clientes estão constantemente ativos em mecanismos de busca para encontrar fontes, histórias interessantes e soluções para seus problemas, se você estiver em cima, será mais fácil dos outros entrarem em contato com você.

Participar de eventos: Saídas em lugares e com pessoas que gravitam aos seus interesses (indústria) nestes eventos é fácil de fazer networking. Lembre-se de que as pessoas realmente não sabem quem é você, então diga com o que você trabalha.

Se comunicar em outros idiomas: Atrair a atenção é um sistema de vitórias para adquirir os fãs, falar na frente de outras pessoas é alimentar a sua percepção de líderes e especialistas (evitando fracasso que provar o contrário).

Criar o seu evento: Para tornar-se um alto-falante você precisa criar seu próprio evento ou série de eventos que lhe expõem. Quando você fizer isso, você é percebido como um líder, a pessoa go-to. Tente usar sites para envolver as pessoas e convencê-la a se registrar para o seu evento ou criar um blog separado para se comunicar com os participantes envolvidos antes, durante e depois.

Escrever comentários em blogs: todos os blogueiros amam comentários. Comentando em blogs do seu nicho, de forma constante e interessante, isso permite que as pessoas o percebam.

Escreva artigos: a escrita é uma ótima tática de marketing. Dependendo do seu conhecimento e a força de sua marca, você pode escrever para revistas, fontes online ou blogs. Contribuindo com estas fontes, você vai encontrar o seu nome .

O processo de comunicação nunca termina, a menos que queira parar de crescer, ou sair do mercado. Aqui entra em jogo a manutenção da marca.

4 – Mantenha a marca

manteramarca

Há duas partes principais da manutenção de uma marca: A primeira é limpeza e a segunda é escuta atenta.

Limpeza em linha: em proporção ao crescimento de sua marca, você deve garantir que todas as atividades online estejam ligadas a este crescimento, respectivamente. É essencial atualizar constantemente o seu perfil do LinkedIn com as últimas informações de contato, experiências e atividades. 

Mesmo o currículo físico precisa ser atualizado, juntamente com o vídeo e o resto dos materiais curriculares (kits de ferramentas). É uma tarefa desafiadora, mas o raciocínio é simples: a primeira impressão é o que conta, em seguida, a web é a porta de entrada para a sua marca, se uma dessas fontes não estiver presente você pode perder a chance.

Escuta atenta: As pessoas vão falar de você em diferentes “lugares”, como o Twitter, blogs, redes sociais e muito mais. Você precisa manter o controle do que você diz, para que possa responder em conformidade. Existem muitas ferramentas que podem ajudá-lo a monitorar os pontos de vista, como a busca do Twitter, Alertas do Google, e outros. Ouvindo as opiniões do seu nicho será capaz de reagir e reposicionar-se.

Tudo começa com você! Pessoas que podem ajudá-lo a realizar seus sonhos estão ao seu alcance, cabe a você descobrir o que fazer e cercar-se daqueles que podem ajudá-lo na realização pessoal. Lembre-se que neste momento as ferramentas sociais estão se apresentado como um diferencial, mas logo elas vão ser tão padrão que irão trabalhar como qualificador: aproveite antes que seja tarde demais!

COMMENTS

WORDPRESS: 8
  • comment-avatar

    Novo artigo => Personal Branding: Como descobrir e desenvolver sua marca http://t.co/AuJidcIsP6

  • comment-avatar

    Novo artigo => Personal Branding: Como descobrir e desenvolver sua marca http://t.co/pCS88WArjS

  • comment-avatar

    Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca http://t.co/GyHKA7HMIl

  • comment-avatar

    Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca – Cada um de nós é um branding pes… http://t.co/IGF3oWSrCn

  • comment-avatar

    Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca – Cada um de nós é um branding pes… http://t.co/uTwbr51McB

  • comment-avatar
    adhemar 5 anos

    Brunooo, legal seu trabalho, deixei mensagem na caixa do teu facebook.
    Me ajudou nuito, abraço
    adhemar/ juka martins artista plástico

  • comment-avatar

    Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca http://t.co/cpB02MEJvB
    #marketing #midiasocial

  • comment-avatar

    Personal Branding: [Como] descobrir e desenvolver sua marca – #marketingdigital http://t.co/wxdBQxS8Nq

  • DISQUS: