Mercado: Você tem medo de mudança?

Mercado: Você tem medo de mudança?

  Isso era pra ser um textão no Facebook, mas mudei de ideia e publiquei por aqui. Se você é o tipo de profissional de propaganda, que fica

6 dicas para criar e distribuir conteúdo online
Guia para gerir crises em mídia social
11 ideias para ser mais criativo no Twitter

 

Isso era pra ser um textão no Facebook, mas mudei de ideia e publiquei por aqui.

Se você é o tipo de profissional de propaganda, que fica preocupado com as matérias sensacionalistas “caça-cliques”, sobre a morte do atual modelo de gestão das agências, eu tenho dois alertas; um bom e um ruim.

O bom é que é verdade, a tecnologia e a comunicação evoluem bem mais rápido do que as pessoas conseguem acompanhar e, com isso, as possibilidades de se mostrar retorno de fato, fica mais em evidência, todos os dias, nas pautas dos diretores que pagam pelo serviço de agências de comunicação.

Algumas agências fora do país já operam em modelos similares , ganhando pelo sucesso do cliente.

Isso vai se tornar normal e você não precisa ter medo, como eu disse, a tecnologia evolui rápido demais a ponto de conseguirmos acompanhar. Não a ponto de nos movermos. Movermos nossos modelos e caminhar, pelo menos, na mesma direção. Hoje em dia já existem excelentes ferramentas que podem AUXILIAR o profissional de comunicação na entrega inteligente de resultados. OK! Mas isso não basta e a gente que está envolvido, sabe bem disso.

Maaaas, no nosso querido país o buraco é mais embaixo. Se for pra falar da minha querida cidade, então, posso chamar de limbo da evolução. Mas vamos pular essa parte.

Não é tão simples. Eu entendo a preocupação. Mesmo entendendo que vai acontecer, entendo a preocupação, sério. Só que não podemos deixar de lado e achando tudo isso um absurdo e uma falta de respeito, como andei lendo por aí. Essa é a realidade nua, crua e virtual. Por isso estou dando meus pulos e sempre correndo atrás de capacitação, estudando todos os dias e, principalmente, me envolvendo com as mudanças. Trabalhar com comunicação e ter medo da mudança não faz sentido. Bom, até faz, se você se acomodou e a sua maior felicidade é com o compromisso de trocar de carro uma vez por ano sem se preocupar com o seu cliente, de verdade.

Mas e o lado ruim da coisa toda?

O lado ruim é que a gente tá no Brasil e essa morte vai demorar pra chegar por aqui, ou pelo menos ser aceito pelas agências de vanguarda, que ainda insistem em não entender que as mudanças fazem parte do cotidiano. Muitas, ainda relutam em se vender por qualquer preço, prazo ou condição, literalmente, como no bom e velho varejão pelo menos preço.

Obrigado por dedicar um tempinho para ler a minha humilde opinião que, quem sabe, eu não venha a mudá-la. Afinal de contas, é de mudança que estamos falando.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: