Marketing Digital para Iniciantes: não seja preguiçoso

Marketing Digital para Iniciantes: não seja preguiçoso

Na vigésima segunda edição do JobCast, como prometido no Facebook do Joga o Job, vamos iniciar uma série de dicas sobre Marketing Digital para inici

O psicomarketing nas decisões de compras – Parte II
ReclameAqui! e o Jantar da Vingança!
Ferramentas para criar e distribuir uma newsletter


Na vigésima segunda edição do JobCast, como prometido no Facebook do Joga o Job, vamos iniciar uma série de dicas sobre Marketing Digital para iniciantes.

Marketing Digital: evite ser preguiçoso

O meu objetivo com essa série de vídeos é apenas um: ajudar quem esta começando a atuar com Marketing Digital – ou quem já está há algum tempo, mas ainda sisma, muitas vezes por preguiça, em cometer alguns pequenos erros que podem comprometer a trajetória profissional e os resultados de entrega para o cliente que ele se dispôs a atender.

No JobCast, eu uso uma frase do Estevão Soares, para “nortear” o meu raciocínio, sobre um dos principais “erros” cometidos profissional que está iniciando com o Marketing Digital, mais especificadamente, usando as mídias sociais como principal ferramenta de comunicação da empresa: se entregar para as facilidades oferecidas pelas plataformas de redes sociais e esquecer de estudar o meio digital social online como algo mais amplo.

Resumindo, vejo bons jovens padawans entrando no mercado digital e tendo certa preguiça de explorar os recursos avançados das plataformas. Ou, pior, enxergar e concentrar todas as estratégias de Marketing Digital nas redes sociais, acreditando que existem apenas elas como possibilidade. Mas isso é papo para um próximo JobCast.

Marketing Digital: acessibilidade vs. Profissionalismo

Essa é a hora que eu, talvez, vá gerar desconforto em você que está lendo. Mas nós precisamos entender que a premissa básica de qualquer rede social, é e sempre será o relacionamento entre as pessoas.

As plataformas não foram criadas especialmente para profissionais de Marketing Digital. Elas são criadas paras as pessoas. E, como nós sabemos, existem inúmeras outras profissões importantes e que precisam inserir de forma mais eficaz a sua mensagem no ambiente digital.

Direto ao ponto: não é o mundo inteiro que trabalha com comunicação digital e redes sociais, logo, não seria nada democrático – e nem rentável para a plataforma, óbvio – limitar a oferecer apenas  os recursos avançados e para os profissionais de Marketing Digital.

Por isso, quando o Facebook lança um botão azul, gigante, dizendo para você impulsionar uma publicação, a plataforma está se comunicando com o usuário leigo, e oferecendo a oportunidade daquele usuário ampliar a mensagem do conteúdo dele, de forma simples e sem, necessariamente, ter que procurar um profissional de Marketing Digital que faça isso para ele.

Por isso, eu diria que, na minha opinião, os recursos que eu disse para você evitar, no vídeo, podem ser vistos como recursos democráticos para que todos possam ser felizes pra sempre, independente de ter, ou não, um profissional de Marketing Digital ao lado para chorar as mágoas dos poucos likes naquele poste motivacional, que você jurava que iria “bombar”.

Se você leu até aqui, muito obrigado pela sua atenção e até o próximo JobCast.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: