Marketing de Conteúdo: Blogs são como árvores! | JobCast 24

Marketing de Conteúdo: Blogs são como árvores! | JobCast 24

Marketing de Conteúdo: sabia que o seu blog pode ser visto como uma árvore? É importante que você, seja profissional de Marketing Digital, ou não,

Facebook Marketing: Acabou a pescaria! | JobCast 20
Sobre o novo formato do #JobCast
Planejamento de Conteúdo para Facebook: simplifique antes de aplicar

Marketing de Conteúdo: sabia que o seu blog pode ser visto como uma árvore?

É importante que você, seja profissional de Marketing Digital, ou não, tenha em mente que o Marketing de Conteúdo pode ser uma das estrategias mais eficazes para a construção de uma imagem sólida e respeitada no seu mercado de atuação. Pensando nisso, resolvi abordar o Marketing de Conteúdo de uma maneira diferente, fazendo uma analogia entre os blogs e as árvores. O que os dois tem em comum, e como os pilares explorados neste post podem te ajudar a atuar com conteúdo e maneira mais profissional.

Se você tem blog, ou tem vontade de ter, talvez a analogia abordada no JobCast de hoje possa te ajudar a compreender alguns dos pontos mais importantes na construção da estrutura e imagem do seu canal de conteúdo. A analogia é bem simples e objetiva, no entanto, pode ser de grande valor para o seu entendimento de blogs como ferramenta de construção de imagem, seja pessoal ou profissional

Marketing de Conteúdo: Por que o seu blog pode ser comparado com uma árvore?

No vídeo acima, eu explico de onde surgiu o insight para tal analogia. Não é a ideia focar em estratégias de Marketing de Conteúdo. Será uma analogia mais ampla, no entanto, que pode te ajudar na sua estratégia de criação de conteúdo para blogs. No texto, tentarei ser o mais objetivo que puder, focando diretamente nos três pilares essenciais para a construção do seu blog, e porque a árvore seria um objeto de análise interessante sobre o tema.

Os 3 pilares essenciais no Marketing de Conteúdo para criação e um blog profissional

A raiz: cuide da raiz do seu blog

A raiz. A raiz de uma árvore é o que a mantém firme. A raiz da árvore é o que vai ou não, dizer se ela crescerá forte, qual o tipo de árvore, tamanho e todos as demais características que vão construir a estrutura da árvore, segundo pilar que será analisado na analogia. Se dentro das estratégias de Marketing de Conteúdo é normal nós estudarmos as personas e a importância de se definir bem o nicho de atuação da narrativa proposta, aqui nós vamos resumir too esse contexto técnico na raiz a árvore.

A estrutura: o conteúdo é o mais importante, mas cuide da estrutura com carinho

Sem uma raiz forte, dificilmente você terá uma estrutura duradoura e bonita. Por isso, cuide muito bem da raiz, pois mesmo que ninguém consiga visualizar -e muitas vezes, valorizar todo o trabalho de Marketing de Conteúdo aplicado – o trabalho que foi feito para que a sua raiz seja forte, é ela que vai ditar o futuro da sua estrutura e o quanto ela tenderá a encantados habitantes dessa natureza chamada internet.

Os frutos: no Marketing de Conteúdo o Planejamento é a alma do desenvolvimento

O planejamento é a alma do desenvolvimento de toda a trajetória. É o planejamento que vai dizer o quão madura é a sua raiz, o quão estratégica e bonita é a sua estrutura e, principalmente; se os frutos que você vai colher serão úteis de alguma maneira para que o seu projeto seja escalável e sustentável a longo prazo. Importante: Produção de Conteúdo é algo que precisa gerar valor, não adianta ter uma excelente estratégia de Marketing de Conteúdo, se o seu conteúdo não contribui com o meio.

De nada adianta você plantar limão, se o seu objetivo, ao dedicar o seu tempo e o seus recursos, é colher maçã.

Por isso, mesmo que você tenha cuidado muito bem da raiz, tenha se dedicado a implementar a melhor e mais fascinante estrutura ao longo da sua trajetória, produzindo e construindo uma imagem na internet, no fim das contas, você precisa saber se os frutos que você está colhendo serão úteis de alguma maneira para você no futuro. Ah, vale ressaltar que esses frutos não estão, necessariamente, sempre ligados a retorno financeiro ou geração de negócios. É você quem vai definir a semente que vai plantar.

Se você planeja criar um blog profissional e plantar os frutos focados em geração de negócios, excelente. Mas, o simples fato  de produzir conteúdo para a internet, com a maturidade e com a compreensão de que você planeja contribuir para um ambiente digital mais rico, já é um objetivo e tanto. Afinal de contas, um ambiente mais maduro, sustentável e responsável, quem faz somos nós.

Se você leu até aqui, muito obrigado pela sua atenção. Espero que a analogia tenha te ajudado de alguma maneira e até o próximo conteúdo! 😉

 

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: