Influenciadores Digitais: entendam os conceitos básicos
Todos nós somos Micro Influenciadores Digitais

Todos nós somos Micro Influenciadores Digitais

Influenciadores digitais: quem são, o que fazem, como usufruir de melhores estratégias focadas em pessoas que influenciam pessoas a favor da comunicação das marcas.

Os desafios da produção de conteúdo em vídeo – Ep.10: CCC | JobCast 79
Bate-papo com o D20inc | JobCast 45 (3/3)| JobCast 47
Networking e minhas principais referências profissionais

O termo influenciadores digitais entrou para o dicionário de possíveis estratégias de marketing digital e isso é sensacional.

Assista o primeiro episódio da série e, se tiver um tempinho, logo abaixo tem mais conteúdo sobre o tema, em texto.

Os dois tipos de Micro Influenciadores Digitais

Apesar de não ser algo muito novo, digamos que, de uns meses pra cá as marcas vem dando mais importância para o uso de pessoas influentes – os famosos influenciadores digitais –  na internet e muitas vêm colhendo bons resultados.

Agora, convenhamos: se nós desconstruirmos esse termo, ou desgormetizarmos, vamos nos deparar com algo que surgiu há muito tempo, na minha opinião, quando as primeiras crises começaram a aparecer nas mídias sociais.

Todos nós somos influenciadores digitais, sim.

Todos nós somos influenciadores digitais, sim, mas precisamos saber diferenciar algumas características entre quem está no dicionário de marketing e quem não está.

Vamos falar de várias ao longo dessa série de conteúdos. Mas ao pé dá letra, podemos traduzir os micro influenciadores digitais da seguinte maneira:

Micro (audiência), Influenciador (comportamento) e canal de distribuição (digital). Pronto, poderia finalizar o texto por aqui, mas vamos entender um pouco mais sobre a relação e diferenciação dos dois “grupos” que eu criei para exemplificar quem EU ACHO pode e quem não pode brincar de influencer. 🙂

Quem pode brincar de ser Digital Influencer?

Precisamos entender  que os ditos “influenciadores digitais”, ou Digital Influencers, quando analisados por uma ótica mais lógica, menos romântica e contextualizada com universo das estratégias de marketing digital, conseguimos separá-los, “genericamente”, em dois grupos: os que produzem conteúdo e conseguem gerar sinergia com o tom de voz do anunciante, e os que não estão nesse contexto.

No vídeo, eu explico um pouco melhor, nesse texto eu gostaria apenas desmistificar e que quando eu digo que todos nós somos Influenciadores Digitais, a explicação é mais simples do que parece.

Generalizando: para ser um micro influenciador digital basta ter uma presença ativa nas redes sociais e você já tem voz para, de certa maneira, influenciar a sua rede de contatos (sua micro audiência) e com o nosso comportamento ditar o tipo de influência que vamos causar nas pessoas ao nosso redor, e isso é um conselho para a vida, não só para as redes sociais.

E o digital? O digital é apenas o canal de distribuição que a tecnologia, cada dia que passa, nos privilegia com inúmeros caminhos para, em segundos, podermos compartilhar conteúdo.

Por isso, a dica, pra finalizar, é simples: que tal fazermos um bom uso da mensagem que propagamos na internet para que sejamos micro influenciadores do bem?  Estando ou não dentro de estratégias de marca, toda mensagem que propagamos nos posiciona na mente das pessoas.

Vamos influenciar as pessoas usando mensagens positivas? 🙂


Muito obrigado pela sua atenção e até o próximo conteúdo.


Inscreva-se no meu canal no YouTube.

COMENTÁRIOS