Inbound Marketing: fazer negócios com um conteúdo valioso

Inbound Marketing: fazer negócios com um conteúdo valioso

Entenda como ele mudou e como ele está mudando a comercialização na era digital, isso não significa subestimar o poder dos canais de entrada, persegui

Brainstorming: as soluções nascem de uma tempestade
Calendário de conteúdo: um blog tem suas boas intenções
Inbound marketing: 5 razões (brutalmente diretas) porque sua empresa precisa

Entenda como ele mudou e como ele está mudando a comercialização na era digital, isso não significa subestimar o poder dos canais de entrada, perseguindo a árdua tarefa de fazer uma marca rastreável pelos consumidores. O site da empresa torna-se o foco de todo o sucesso de uma empresa 2.0.

Você não pode simplesmente perguntar às pessoas o que elas querem e, em seguida, tentar dar a eles. No tempo que leva para criá-lo, vai querer ter algo mais. – disse Steve Jobs.

O Inbound Marketing baseia a sua base em uma abordagem completamente oposta. É o cliente que decide se o conteúdo é de valor, quais são as formas de comunicação para manter em mente. Como aproveitar estes sinais? Não tente buscar fatos de seus clientes. Até à data, a atenção é a maior parte dos investimentos em marketing e são usados ​​para os canais de entrada.

O que é Inbound Marketing? Uma definição

A Rede é o lugar, o ponto de contato que tornou possível as empresas serem encontradas pelos usuários que formam um ecossistema digital de grande poder. O consumidor tornou-se prosumer e isso requer uma mudança espiritual do comerciante e da marca que deve retornar o diálogo com seus públicos.

SEO

O HubSpot, em 2012, forneceu uma definição de marketing de entrada como um sistema que consiste em uma série de estratégias técnicas e de marketing cujo objetivo é atrair prospects e clientes importantes na direção de uma empresa e seus produtos.

Podemos defini-lo como o conjunto de estratégias e políticas de comunicação implementadas pelas empresas para “encontrar-se” pelos usuários. Com esta revolução silenciosa, a marca não precisa mais utilizar “quilos” de publicidade ensurdecedora com os consumidores, mas tentar atraí-los diretamente para a empresa em um consistente simples, direta.

Neste contexto fluência o SEO, otimização para motores de busca, SEM e mídia social. Estas são todas as ferramentas que permitem que você aumente a comunicação da sua empresa atuando de forma viral e com sucesso. Atrair tráfego qualificado para o site da empresa significa exatamente isso: não atingir diretamente todos os clientes, mas seus clientes. Claro que não basta digitar apenas o conteúdo em um site e está feito.

O SEM e a lógica de entrada

As políticas do Search Engine Marketing se encaixam perfeitamente na lógica de entrada. A publicidade (ou SEA) lida com a aquisição de links patrocinados, enquanto o SEO otimiza o conteúdo para que o site da empresa possa estar sempre no topo dos resultados dos motores de busca e, assim, melhor visto pelos usuários como resultado de suas pesquisas por palavras-chave. Em termos muito simples, quando se olha para a roupa das mulheres no Google, se o nosso site é um dos primeiros resultados significa que estamos a fazer um grande trabalho.

SEM

SEO, no entanto, também é baseado em uma série de estratégias destinadas a aumentar a popularidade do link de um site, como a troca de links entre vários sites, a demanda de ligações de entrada naturais.

Os consumidores confiam cada vez mais em praças virtuais para procurar informações sobre empresas, produtos e marcas. Quantas vezes antes de comprar uma câmera você não leu os comentários? Quantas vezes isso aconteceu ao ler comentários dos usuários do Trip Advisor antes de reserva em um hotel?

Os exemplos acima se encaixa perfeitamente o ZMOT [momento zero da verdade]. O ZMOT só acontece porque o hábito do consumidor também mudou. É comum buscarmos mais informações sobre um produto assim que ouvimos falar dele, ou mesmo minutos antes de sairmos de casa para ir até uma loja. Além, é claro, das buscas que fazemos no celular dentro da própria loja para saber mais detalhes técnicos sobre o produto (e principalmente para saber aquilo que a embalagem não informa: a real opinião das pessoas sobre ele).

As empresas hoje não podem deixar de considerar canais sociais e conteúdos como fotos, vídeos, comentários, que por sua vez geram comentários, conversas e citações que aumentam a probabilidade de visibilidade e, consequentemente, que a empresa continue a prosperar.

É por isso que as grandes marcas como Coca-Cola ou Starbucks atualizam regularmente os seus perfis sociais, ou organizam campanhas, cuidam de seu site corporativo e atualizam regularmente o blog com conteúdo original e atraente.

VS Outbound Marketing: mudança

A grande diferença está na transição de um um-para-muitos para muitos-para-um. A abordagem das empresas para o cliente muda completamente. O padrão de envios de mensagens aos destinatários como publicidade na televisão, mídia impressa, banners, anúncios publicitários e muito mais, dá lugar a uma lógica de puxar.

O Inbound Marketing permite que os clientes participem ativamente no processo de comunicação com a empresa em busca do conteúdo que elas precisam. Para isso é fundamental gerar o conteúdo que é atraente para os clientes, capaz de despertar a sua atenção, o conteúdo que pode escolher diferentes canais, a partir do site corporativo para deixar o blog corporativo, a partir de boletins informativos para a mídia social.

A experiência de compra através do mundo da Web muda totalmente. É por isso que o Google chama o processo de tomada de decisão como o Momento Zero da Verdade (ZMOT) , um espaço tão grande que decorre de uma necessidade do cliente em potencial, que faz uma pesquisa on-line e faz um investimento emocional para atender às suas próprias necessidades, torna-se um prosumer em vigor.

Estratégias Vencedoras: criando relacionamentos autênticos

O Inbound Marketing atua por meio de diferentes canais e estratégias. Fazem parte desta grande família, o SEO e SEM, Social Media Marketing, Blogging, E-Mail Marketing, e muito mais. Os métodos de se relacionar com empresas e marcas estão mudando o modo de comportamento dos clientes, os processos de formação de expectativas e preferências. A empresa não podem mais ignorar o mercado de entrada para as suas estratégias de comunicação.

Os consumidores já não querem ser incomodados. A experiência do usuário é expandida. Para as empresas que não têm grandes recursos financeiros o Inbound Marketing é um vencedor. Para isso deve se trabalhar uma estratégia de SEO e planejamento de conteúdo em mídias sociais.

Como fazer Inbound Marketing

Uma empresa que quer fazer Inbound Marketing efetivamente direcionado não pode ficar sem:

  • Artigos
  • Vídeo
  • Imagens e infográficos
  • Newsletter
  • E apresentações de slides
  • Webinars

conteudo

Esse conteúdo deve ser transmitido com uma estratégia e um planejamento preciso que inclui SEO e Social Media. Nunca se esqueça de atrair, converter, transformar estranhos em clientes e criar prazer em tantos usuários quanto possível.

Pare de perseguir os clientes e garanta que eles olhem para você. As empresas precisam se concentrar todos os seus esforços na satisfação do usuário. Como? Torná-lo o principal veículo de sua marca.

O Inbound marketing é definitivamente uma estratégia vencedora, mas no longo prazo. Deve, portanto, trabalhar duro e cometer!

COMMENTS

WORDPRESS: 1
  • comment-avatar

    Inbound Marketing: fazer negócios com um conteúdo valioso – #marketingdigital http://t.co/bPoyH04xyX

  • DISQUS: