Guia para criar um blog corporativo em 2015

Guia para criar um blog corporativo em 2015

O início de cada ano geralmente representa uma boa oportunidade para rever e retomar projetos acabados que não trabalharam bem no ano passado. Neste s

O conteúdo move o marketing
Pinterest: Um guia rápido para marcas
Guia de estilo para conteúdo perfeito na web

O início de cada ano geralmente representa uma boa oportunidade para rever e retomar projetos acabados que não trabalharam bem no ano passado. Neste sentido, um dos grandes clássicos de comunicação geralmente é o blog corporativo.

Por que o blog corporativo falhou? Por que escrever parece mais como um castigo do que uma recompensa? Como podemos criar uma publicação atraente para o leitor? Neste artigo vou mostrar os cinco pilares que levam ao sucesso.

Um dos grandes problemas que encontramos quando falamos de um blog corporativo (que, por sua natureza, deve ser muito diferente de um blog pessoal), é que as empresas muitas vezes passam pouco tempo e esforço para o que acredito ser uma tarefa básica: planejamento.

1 – Planejamento de um blog corporativo

Todos os que têm um blog aspirante (mais ou menos secretamente) para ter sucesso. Para blogs pessoais é fácil ver isso e se traduz em sucesso o número de pontos de vista, os comentários recebidos e até mesmo publicidade.

No entanto, no caso do blog corporativo não resulta em apenas elucidar o sucesso, principalmente porque diferentes empresas buscam objetivos diferentes. Assim, a primeira coisa que precisamos fazer é determinar o que você deseja alcançar com o blog: aumentar vendas, desenvolver um forte relacionamento com os clientes? Para se tornar uma plataforma de informação?

Então, determinar quem será o nosso público-alvo, e desenvolver uma estratégia de comunicação consistente, que deve ser atraente, e nos concentrarmos mais sobre o entretenimento, do que apenas em oferecer informações puras e simples. Neste ponto, vale a pena lembrar um truísmo que resume o espírito do que deveria ser um blog corporativo: “Se produzir comida de cachorro, não fale sobre comida, fale sobre os cães”.

Finalmente, é hora de trabalhar, lembre-se destes dois princípios básicos: primeiro, não conseguiremos nada a menos que sejamos constantes, construir uma imagem leva tempo e os resultados não viram no curto prazo. E dois, não esconda o autor do blog: permita que os leitores saibam quem é o responsável pela publicação, qual é o seu nome e função na empresa.

2 – Cuidar do conteúdo

Um blog não é uma técnica científica ou que pode sobrecarregar nossos leitores e não é um espaço comercial em que apenas fala sobre o quão bons são os nossos produtos e serviços.

Isto é principalmente um espaço para as pessoas que querem ter acesso a boas informações, buscando fontes que podem confiar para ficarem melhor informadas. Você não sabe o que escrever nos artigos? Escreve sobre coisas que as pessoas querem, e a maneira simples de descobrir é utilizar a ferramenta de palavras-chave do Google.

No entanto, antes de começar a postar, comprometa-se a uma taxa de atualização constante. Se você decidir publicar uma vez por semana ou todos os dias, faça isso, e lembre-se que quanto mais artigos você postar, mais tráfego você receberá.

Estabeleça um calendário editorial, para ajudá-lo a prever com antecedência os eventos relevantes para sua indústria, as questões sobre as quais você gostaria de escrever, prazos… E conjuntos de tempos razoáveis. E se é importante respeitar o ritmo de renovação e calendário editorial, não poste um conteúdo de lixo apenas para respeitar prazos.

Todos temos dias ruins e às vezes é melhor não publicar. Finalmente, observe a estrutura dos textos. Use todos os recursos que você tem à sua disposição. Negrito, parágrafos curtos, listas… faça todos os esforços para facilitar a leitura.

3 – Programação e design

Quase tão importante quanto oferecer o conteúdo público que seja de interesse é se engajar em uma aparência visual e design atraente, que reflete a imagem da marca.

Primeiro, é importante notar que o nosso blog corporativo deve ser alojado sob o nome de domínio. Neste sentido, a direção do nosso blog deve ficar assim: www.suaempresa.com/blog ou blog.suaempresa.com.

Segundo, quanto a escolha de um modelo para o nosso blog, nunca é demais investir alguns reais para contratar um profissional capacitado, podemos garantir que nosso projeto vai ser único. Sim, evitar o visual muito virtuoso. O design e usabilidade devem prevalecer para que blog seja fácil de navegar, se as informações não foram claras, vamos acabar perdendo leitores que estão cansados ??de procurar por uma publicação.

Finalmente, é dar aos leitores todos os benefícios derivados do uso de redes sociais. Introduzir ferramentas para ajudá-los a compartilhar nosso conteúdo no Facebook, Twitter e outras redes que possam ser de interesse. É essencial oferecer um feed RSS, mas deve permitir que assinem por e-mail, e até mesmo oferecer um formulário de contato em caso de quererem enviar sugestões e perguntas pessoais.

4 – Promoção

Nosso blog corporativo deve encontrar um lugar dentro do nosso próprio plano de marketing, inter-relacionando com outras medidas que sejam a nossa presença de redes sociais, nosso material corporativo, etc.

No mínimo, devemos ter certeza que nossos posts estão sendo publicados na página no Facebook, que pode ser feito manualmente (se quiser postar no Facebook todos os posts) pode usar um aplicativo que automatiza o processo.

Finalmente, devemos também fazer um esforço para melhorar a forma como o nosso blog é posicionado nos principais mecanismos de busca, para as quais devemos aprender a jogar com palavras-chave e aprender algumas técnicas básicas de SEO .

5 – No relacionamento com os nossos leitores

O último ponto deste guia é provavelmente um dos mais importantes. O objetivo fundamental de um blog e de desenvolver uma conversa com os leitores, e não um monólogo unidirecional.

Para fazer isso, as práticas recomendadas são responder os comentários, comentar em outros blogs do nosso nicho e censurar apenas os comentários que sejam ofensivos ou insultuosos. Nunca cometa o erro de apagar um comentário que é fundamental para o negócio, porque eles acabam conhecendo e nossa reputação vai sofrer. O feedback negativo deve ser uma oportunidade de responder da maneira certa, mesmo que seja escrevendo um novo post.

Pergunte aos seus usuários. Pergunte a eles com o que eles se preocupam, o que eles gostariam de ler, quais são as questões mais atraentes. Utilizando a base de respostas, que você tem em seu blog.

 

COMMENTS

WORDPRESS: 9
  • comment-avatar

    Guia para criar um blog corporativo em 2014 http://t.co/UWwbzrZPaW via @101startup #startup

  • comment-avatar

    Guia para criar um blog corporativo em 2014 http://t.co/UWwbzrZPaW via @101startup #startup

  • comment-avatar

    Guia para criar um blog corporativo em 2014 http://t.co/zK2PuCTNpC #marketingdigital #midiasocial

  • comment-avatar

    Guia para criar um blog corporativo em 2014 – #marketingdigital http://t.co/rgac8nGNKm

  • comment-avatar

    Novo artigo => Guia para criar um blog corporativo em 2015 http://t.co/17xjtkjU2h

  • comment-avatar

    Novo artigo => Guia para criar um blog corporativo em 2015 http://t.co/NpCrahMgor

  • comment-avatar

    Guia para criar um #blog corporativo em 2015 http://t.co/7cU9ohCwsk (via @101startup)

  • comment-avatar

    O título diz que as dicas são para 2015, mas desconfio que muitas destas dicas serão úteis para o futuro também. Parabéns pelo artigo!

  • comment-avatar

    Muito legal a postagem, parabéns!

  • DISQUS: