Facebook Marketing: entenda a parceria feita com o Serasa

Facebook Marketing: entenda a parceria feita com o Serasa

O Facebook liberou, em meados de 2015, uma notícia que gerou certo desconforto nos usuários, e dúvidas em alguns profissionais que trabalham diret

REDES SOCIAIS: vilarejo é transformado em rede social da vida real
Redes Sociais: a ansiedade do pequeno empresário pelo ROI
O alcance orgânico do Facebook reduziu de novo?

O Facebook liberou, em meados de 2015, uma notícia que gerou certo desconforto nos usuários, e dúvidas em alguns profissionais que trabalham diretamente com a plataforma de anúncios: a implementação da categoria parceiros, uma unidade de segmentação feita por intermédio da parceria com o Serasa.

Como não poderia ser diferente, as pessoas começaram a questionar sobre segurança e a nossa privacidade de dados, e como isso funcionaria.  Bom, na prática e com detalhes técnicos, nem o próprio Facebook revelou. Mas vou pontuar algumas questões importantes e que precisamos saber.

O que é a categoria parceiros?

A categoria parceiros é uma segmentação que foi implementada dentro da plataforma de anúncios (Facebook ADS) que disponibiliza a possibilidade da criação de anúncios, levando em consideração dados financeiros, comportamental e residencial.

A dúvida e o desconforto que surgiram, foi: se a parceria é com o Serasa, então quer dizer que o Facebook terá acesso a pessoas negativadas, ao CPF dos usuários e dados que, até então, seriam restritos? Não. Não é bem por aí.

Sobre a categoria parceiros e a parceria com a Serasa Experian

O Serasa, no Brasil, é praticamente sinônimo de crédito. No entanto, o que poucas pessoas sabem é que o Serasa foi comprado em 2007 por um grupo chamado Experian, e hoje ele não é apenas uma simples empresa de créditos.

Depois da aquisição, o Serasa responde por parte do Grupo Serasa Experian Marketing, empresa a qual o Facebook fez a parceria para possibilitar a criação da segmentação nomeada de categoria parceiros.

Um dos pontos mais importantes que devemos saber, é que a Serasa Experian tem uma unidade de negócios chamada Serasa Marketng Experian Service, e que essa unidade é separada da Unidade de Crédito. 

Resumindo, como disse o Hilário Júnior, o Facebook não terá acesso a dados de pessoas negativadas. No vídeo eu exemplifico, de forma resumida, os pontos mais importantes e como esse cruzamento de dados é possível, por exemplo, sem necessariamente eu precisar ceder o meu CPF para o Facebook, para que eles consigam realizar esse cruzamento de dados, e um pouco da minha opinião sobre a segmentação criada, a Categoria Parceiros..

Espero que o conteúdo tenha ajudado de alguma maneira, e caso você tenha mais informações que possa complementar, compartilhe! 😉

Até o próximo conteúdo! 😉

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: