Facebook Marketing: Acabou a pescaria! | JobCast 20

Facebook Marketing: Acabou a pescaria! | JobCast 20

Nova mudança no algoritmo do Facebook dificulta, ainda mais, publicações com clickbait Se você trabalha com Facebook Marketing, e é adepto dos irri

Facebook Workplace – Mini review com as primeiras impressões
O que um Rockstar pode te ensinar sobre Facebook Marketing
Marketing de Conteúdo: A influência do cotidiano nas estratégias de conteúdo

Nova mudança no algoritmo do Facebook dificulta, ainda mais, publicações com clickbait

Se você trabalha com Facebook Marketing, e é adepto dos irritantes clickbaits (caça-clique) , seria interessante começar a rever suas estratégias para gerar a ação do usuário sobre o seu conteúdo. E é exatamente disso que vamos falar na vigésima edição do JobCast. 😉

Mas o que é um clickbait?

De forma bem resumida e objetiva, pois no vídeo eu explico melhor, clickbait, ou caça-cliques, é uma estratégia que usa e abusa call to actions sensacionalistas, que omitem informação ou que geram expectativas em excesso, com a intenção de levar o usuário até determinado conteúdo que, muitas não condiz com expectativa do clique, frustando a pessoa, ou, no mínimo, fazendo ela perder tempo extra de vida, acessando conteúdos inúteis.

O clickbait pode ser apenas com o simples objetivo de gerar tráfego para determinado site, como pode estar alinhado com outras estratégias mais específicas, como, por exemplo, a conversão de contatos, venda de produtos, serviços e etc. Mas, não vamos nos aprofundar em estratégias que usam de cliques-isca por aqui hoje, a ideia do Jobcast 20 é informá-los, e alertá-los sobre uma das últimas atualizações do Facebook, que “prejudicará” diretamente canais de conteúdo que usam e clickbaits.

Facebook Marketing: o que mudará pra quem usa clickbait?

Antes de acharmos injusto uma mudança que vai “prejudicar” os sites que usam clickbait, vamos, novamente, entender que essa mudança contribuirá, e muito, com limpeza do nosso feed de notícias. No JobCast 15, abordei um pouco da importância que o Facebook, obviamente, vem dando para a experiência do usuário na rede ao longo dos anos com as mudanças.

A mudança no algorítimo tem um objetivo, na minha opinião, bem claro: qualificar a entrega e distribuição de conteúdo da plataforma, para que o usuário encontre cada vez mais conteúdos que sejam relevantes para ele. Simples.

Mas o que muda? Sei que vão dizer, como sempre, que o Facebook vai cortar alcance de quem usa e abusa e clickbaits. Mas não é bem por aí.

Com essa nova mudança, o que vai acontecer é que os portais que gostam de usar o clickbait vão perder destaque no feed. Com isso, consequentemente, a distribuição do conteúdo identificado com tal, será prejudicado, iniciando assim o encerramento da temporada de pesca da pobre marca atuante. Com certeza você deve estar se perguntando: mas isso não é cortar alcance? Não. Isso é organizar. Cortar seria simplesmente ele reduzir – e eles tem esse poder, acredite – do alcance.

Conte-me mais sobre isso…

Desde 2014, o Facebook já vem monitorando as publicações caça-cliques que “tiram” o usuário por um curto espaço de tempo da rede, e retornam. Uma métrica de qualificação similar ao bounce rate (taxa de rejeição), que mensura a relevância do conteúdo pelo tempo de permanência no mesmo.

É importante ressaltar que essas atualizações não são implementadas “do nada”. Segundo o pessoal do Resultados Digitais, o pessoal do Facebook analisou inúmeros feedbacks de usuários e constatou que elas não estavam muito contentes em receber esse tipo de conteúdo.

A atualização, até o momento, ainda não está valendo para títulos em português. No entanto, se você gosta de usar clickbait, eu recomendo já começar a rever suas estratégias. O próprio Facebook disponibiliza um manual de “boas práticas” que pode ajudar. 🙂

Então é errado usar Clickbait?

Vai depender do que você entende por certo e errado dentro dos seus objetivos.

A minha conclusão é que existem outras formas de instigar a curiosidade do usuário, sem que ele seja simplesmente enganado e retirado do ambiente. E é exatamente isso que o Facebook quer com essa mudança: evitar que seus usuários recebem conteúdos inúteis, cujo o único objetivo que não foi planejado, foi a entrega de algum conteúdo que possa contribuir com o que você criou dentro das suas expectativas.

Eu vou ficando por aqui. Espero que este humilde conteúdo tenha contribuído de alguma maneira com os seus estudos e opinião sobre usar ou não usar clickbaits.

Muito obrigado pela atenção e até o próximo JobCast. 😉

COMMENTS

WORDPRESS: 1
DISQUS: