Produtividade: e quando falta inspiração?

Produtividade: e quando falta inspiração?

E quando falta inspiração? E quando falta inspiração pra escrever? E quando a gente começa a escrever, escreve, escreve, escreve e depois deleta o t

What the world would be like if medicine shops didn’t exist
Produtividade: 5 dicas para escrever releases mais eficientes e convertê-los em vendas
Tudo que você precisa saber sobre hospedagem de sites

E quando falta inspiração?

E quando falta inspiração pra escrever?

E quando a gente começa a escrever, escreve, escreve, escreve e depois deleta o texto porquê achou tudo uma grande porcaria? Tem acontecido. E muito.

É exatamente este o motivo desde blog que você está lendo agora, estar alguns dias sem atualização; falta inspiração. Sinto saudade da falta de tempo, mas esse eu ando conseguindo administrar até que bem.

É falta de inspiração mesmo.

Estou (estamos) sendo bombardeados com tanta notícia ruim, em tão pouco tempo, que às vezes a gente começa a focar onde não deve e passa o dia direcionando a nossa atenção em títulos de matérias sensacionalistas em busca do cliques que, muitas vezes, antes mesmo de ler do que se trata, a gente prefere discutir agressivamente. Comprar briga mesmo, sabe? E o pior, a maioria das vezes, com completos desconhecidos.

Entendo que, muitas vezes, é praticamente incontrolável ficar omisso sobre alguns conteúdos que lê. É tipo carregar especiar em jogo de luta e não soltar. É difícil não interagir e tentar defender o nosso ponto de vista quando lemos as atrocidades que nos rodeia na internet. Recentemente, sobre política, por exemplo.    

Sentei aqui agora e, mesmo sem pauta, resolvi tentar escrever algo pro blog pra tentar fazer com que os meus poucos e fieis amigos que acompanham, não desistam dele. 🙂

A esperança é que entre um parágrafo e outro eu encontre um assunto legal para que esse texto não seja apenas um texto vazio e sem sentido. Um texto que você, talvez, não chegaria nem até aqui onde estou digitando agora. Mas não tem problema. Vou continuar escrevendo.

O motivo da minha falta de inspiração são muitos. Preocupação com o trabalho, preocupação com a situação política do país, é gente querendo limitar a nossa querida internet, é terrorista ameaçando o país e por aí vai…

É complicado encontrar inspiração em meio a tanto caos. Falta foco. Sem foco é impossível encontrarmos inspiração pra qualquer que seja a atividade que se pretende realizar

No entanto, resolvi sentar aqui hoje e escrever. Você, lendo ou não, eu vou escrever. Vou publicar. Por que? Já me valeram esses minutos com a mente focada e pensando no próximo parágrafo. Aliás, escrever é a melhor forma de passar alguns minutos concentrado, fazendo a mente trabalhar e esquecer um pouco do avalanche diário que é publicado na caixa azul chamada Facebook. Comentei por aqui, o quanto nós perdemos o controle sobre ela.

Se você leu até aqui, depois pode dar uma passada em um texto que falei sobre “Por que eu escrevo”, e como isso me ajuda a colocar a minha mente em ordem, em outro post.

Fora da nossa zona de conforto as coisas sempre estarão mais graves do que parecem estar. Não estou dizendo que estamos “bem na fita”, são tempos difíceis, reconheço, mas se a gente passar o dia sentando, direcionando nossa atenção em problemas, as coisas vão se agravando e a gente vai perdendo a nossa inspiração diária para ter mais motivação para realizar coisas produtivas. Coisas legais.

Nossa mente precisa divagar para outros universos que não sejam problemas. Que não sejam apenas compartilhamentos de petições do Avaaz (não que eu ão faça isso), que não sejam discussões onde a intolerância sempre vence e, o compartilhamento coletivo de arrogância mostra que nós ainda temos muito que evoluir como pessoas. Como nos comportamos em sociedade.

Nossa mente precisa de espaço e nós não estamos dando esse espaço pra ela.

Não é fácil ter esse controle. Aliás, se existe algo que nós não temos é controle da própria mente em algumas – muitas – situações. Não estou falando daquele controle que o Prof. Xavier é expert, estou falando controle dos nossos “Por quês” em tomar algumas atitudes.

Principalmente se a situação envolve um ponto de vista contrário ao seu. FOCO! Você pode até pensar que tem, mas pergunte a si mesmo quantas vezes você se questionou sobre algo que fez e não concordou consigo mesmo?

Provavelmente, pouquíssimas vezes. Ou, para alguns, nenhuma.

Se a gente não dá espaço para nossa mente respirar, a inspiração não chega. Ela vai ficar presa, com vergonha de se expor, como nos textos que eu estava tentando escrever há algumas semanas, e não consegui. Se esse texto ficou bom, não sei. Mas gostei de passar esses minutos por aqui.

Se você chego até aqui, muito obrigado pela sua atenção. 🙂

Vou ficando por aqui e até o próximo post.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: