Como baixar a taxa de rejeição em 85%

Como baixar a taxa de rejeição em 85%

Como praticamente qualquer empresa, todos nós estamos sempre tentando otimizar o nosso website. E como qualquer outra equipe de marketing, você vai p

5 dicas para jovens empreendedores
Brainstorming: as soluções nascem de uma tempestade
7 coisas que um gerente da comunidade deve saber

Como praticamente qualquer empresa, todos nós estamos sempre tentando otimizar o nosso website.

E como qualquer outra equipe de marketing, você vai precisar de iterações que ajude você a vender seus produtos. O mais novo site do Pressly é parte desse “molho secreto”.

Quando você está trabalhando duro para aumentar a performance de busca do seu site, uma das coisas que você deveria fazer é reduzir a taxa de rejeição.

Em outras palavras, alta taxa de rejeição é um sintoma que alguma coisa anda errada com sua estratégia – você não está atraindo as pessoas certas para suas páginas.

Aqui estão alguns ingredientes desse molho.

1. Faça o dever de casa

A primeira parte do processo é se preparar para o sucesso.

Como qualquer processo criativo, a construção de um site requer uma tonelada de trabalho e preparação.

É preciso escrever uma lista de perguntas para responder antes mesmo de pensar sobre a paleta de cores, as palavras-chave ou qualquer outra coisa.

Nesse momento, o pessoal da Pressly juntou 30 questões em 3 categorias principais:

  1. Para quem estamos fazendo esse site?
  2. Como nosso público-alvo expressa os problemas que estão buscando resolver?
  3. O que é atraente para eles, e o que eles odeiam?

Fazer o dever de casa é muito importante. Para saber o que o que os clientes procuram é preciso estudar os dados com afinco.

Além disso, seria muito importante interagir com clientes e obter um entendimento sobre o que eles gostam no seu produto, o que não gostam, e o valor principal do seu produto.

Isso vai permitir que você tenha feedbacks importantes sobre o seu produto, e comentários interessantes do que deveria melhorar.

2. Elimine o lixo

Vamos ser honestos: jargões são um problema no marketing. Quem precisa deles?

Você acha que alguém fica feliz quando lê algo do tipo: nossa próxima geração de software permite aos clientes implementar eficientemente estratégias racionais enquanto rastreamos o ROI de suas iniciativas?

Todos nós já cometemos esse erro em algum momento. Quando você lê, dia após dia o mesmo tipo de conteúdo, tudo passa a parecer uma grande embromação.

Bons profissionais de conteúdo são capazes e transmitir uma mensagem, usando um tom de voz que não apenas vai corresponder à sua marca, mas que está alinhado com o que seu público espera.

Por isso, fique longe de uma lista de recursos. Muitas vezes o seu produto é um aplicativo sofisticado, e você não pode transmitir isso sem oferecer uma demo ao usuário.

A hipótese na qual você precisa trabalhar é que se o seu site faz um bom trabalho, os potenciais clientes se envolvem com você e pedem para ver o seu produto.

Então, otimize a maneira com que você oferece seu produto ou sua versão demo aos seus usuários para diminuir a taxa de deserção o máximo possível.

No caso do Pressly deu certo. A taxa de pedido de demonstração aumentou em 185% com o novo site.

O HUMOR AJUDA

Ser liberal com a sua voz editorial muitas vezes pode dar um ar jovial ao seu produto. Isso pode ser muito bom, se você quer se diferenciar, por exemplo, de uma SAP da vida.

O humor é uma ótima ferramenta para criar conexão, humanizar o site, e encorajar o engajamento.

Sob a descrição do produto, a Pressly adicionou um pouco de diversão no final de cada sessão para manter os leitores interessados até o próximo parágrafo, em vez de fechar a guia.

O resultado foi um aumento de 45% na duração média da visita.

FAÇA CALL TO ACTIONS MENOS CHATOS

A Pressly mudou o “solicite uma demonstração” para “não seja tímido, solicite uma demonstração”.

Isso fez com que a página de preços fosse uma das mais eficazes geradoras de leads do site.

Não tenha medo de testar o seu call to action, desde que ele corresponda à sua voz global.

3. Tenha um bom designer

Mesmo que você escreva o melhor conteúdo do mundo e tenha uma estrutura de website mais eficaz, se o seu design for ruim, você terá um Frankenstein.

O projeto da Pressly foi voltado à simplicidade. Fazer o visual coincidir com a ideia geral é fundamental, e o designer precisa captar isso.

A paleta de cores foi atualizada, o menu pegajoso foi substituído, e os call to action se destacam no site. O seu design precisa favorecer e entregar o que você tem de melhor: seu conteúdo e seu produto.

___

Este artigo foi adaptado do original, “We cut our bounce rate by 85% and increased demo-requests by 190%. Here is what we did”, da Pressly.

COMMENTS

WORDPRESS: 0
DISQUS: